DOUROCHARTER NAVEGAÇÃO DOURO ACIMA VEJA O VIDEO DOS NOSSOS BARCOS

Todas as Notícias

INSCRIÇÕES SPORT DANCE4KIDS

Arrancam segunda-feira, dia 3 de Setembro, as inscrições para mais um ano letivo no Sport Dance4Kids, cujas aulas começam a 10 de Setembro sob a direção da professora Carla Teixeira.

Para além das disciplinas habituais no âmbito do Dance4Kids e do Ballet Clássico, este ano letivo a magia da dança contempla uma nova componente: as aulas de zumba.

Sport Dance4Kids funciona na Vila Desportiva do Sport Club do Porto, à Circunvalação,

Share/Save

TÉNIS - Tiago Lourenço nas meias do Belas Summer Cup

Tiago Lourenço, do Sport Club do Porto, atingiu as meias-finais do Belas Summer Cup, prova de nível B para o escalão de Sub 16 disputada no Centro de Ténis de Belas.

Tiago Lourenço apenas foi afastado nas semi finais pelo 2º cabeça de série Ricardo Marreiros (CTP Rocha), por 6/4 e 6/1, num torneio em que Francisco Morais, também do Sport, chegou aos quartos de final, onde perdeu com Tiago Fernandes (Future TA), por 6/4 e 6/3.

Neste Belas Summer Cup, que antecedeu o campeonato nacional de Sub 16, também Gonçalo Andrade chegou aos oitavos de final, enquanto José Perez ficou pelos dezasseis avos de final.

Share/Save

HÓQUEI – Quatro atletas do Sport na seleção para a Liga Mundial

Arranca este fim de semana a preparação da seleção nacional de Hóquei em Campo com vista à participação na Liga Mundial – Round 1 e o Sport Club do Porto cede os atletas Ivo Moreira, Mário Correia, Pedro Santos e William Rogerson, que já em Julho haviam contribuído para a vitória portuguesa no EuroHockey Junior Championships III, que decorreu no Jamor.

A Liga Mundial – Round 1, a decorrer de 25 a 30 de setembro, em Lousada, será disputada pelas representações da Itália, Marrocos, Gibraltar e Escócia, numa prova cujo sistema de competição é de todos contra todos a uma volta.

Para a segunda ronda desta Liga Mundial, a realizar em Paris (França), Moscovo (Rússia) ou Nova Deli (Índia), passam os dois primeiros classificados. Recorde-se que a Liga Mundial dá ainda acesso direto aos Jogos do Rio de Janeiro’2016 às 6/7 equipas melhor classificadas, das 12 que habitualmente participam no Torneio Olímpico.

A equipa técnica nacional, formada por Hugo Gonçalves e Rui Graça agendou para o período entre 31 de Agosto e 2 de Setembro o primeiro estágio de preparação, que vai decorrer em Lousada.

 

Share/Save

PELA VERDADE CONTRA O BRANQUEAMENTO

Num comunicado feito às redações, a Associação de Remo do Distrito do Porto (ARDP) rebate ponto-a-ponto o comunicado proferido ontem pelo agora ex-presidente da Federação Portuguesa de Remo, António Rascão Marques. A Direção da ARDP diz que Rascão Marques “faz acusações graves aos agentes da modalidade, e pinta um cenário cor de rosa dos anos que esteve à frente da mesma. Manda a verdade que se desminta ponto-a-ponto a tentativa de branqueamento do dito comunicado”.

PELA VERDADE CONTRA O BRANQUEAMENTO

“Exmos. Senhores

Ontem, o ex-presidente da Federação de Remo fez distribuir um Comunicado, em que diz que renunciou ao seu mandato, faz acusações graves aos agentes da modalidade, e pinta um cenário cor de rosa dos anos que esteve à frente da mesma.

Manda a verdade que se desminta ponto-a-ponto a tentativa de branqueamento do dito comunicado:

1. O Sr Rascão Marques não renunciou ao seu mandato. Perdeu-o na sequência da inexistência de quórum na Direcção, que ficou impossibilitada de desempenhar as suas funções. Um a um, os membros da Direcção foram-se demitindo ao longo do mandato, em discordância, ou mesmo em rotura com a personagem que esteve nos últimos anos à frente da modalidade. Se já não havia mandato, não poderia haver renúncia – aliás, ainda há poucos dias o senhor disse que não se demitiria, e foi só o facto de já não ser possível esconder que a Direcção tinha caído por falta de quórum, que fez Rascão Marques vir, num último golpe de manipulação dizer, que foi ele, pelo seu pé que decidiu renunciar…

2. Diz o ex presidente da Direcção que a Dignidade, a Integridade e a Segurança Pessoal dos membros da Direcção foi posta em causa e é por isso que sai: Se a falta de Dignidade e de Integridade é culpa exclusiva de quem, pelo seu mandato desastroso, perdeu de facto qualquer ponta de dignidade e de integridade, pelos atropelos e ilegalidades que foi cometendo, a queixa de falta de Segurança Pessoal, no decurso do processo de afastamento que os agentes do remo promoveram, é uma acusação gravíssima, que tem que ser concretizada para que seja credível. Quem e em que circunstâncias é que alguma vez pôs em risco a segurança pessoal de quem quer que seja? E que tipo de Segurança Pessoal é que esteve em risco? Só se foi a segurança pessoal de não ter que responder nos diversos planos pelas consequências das ilegalidades cometidas…essa de facto há muito que foi posta em causa, mas é da inteira responsabilidade do Sr Rascão Marques. Se de outras coisas está o ex-presidente a falar, em vez de vir criar folclore para a opinião pública, deveria queixar-se às autoridades explicitando ao que se refere.

3. Vem Rascão Marques queixar-se do processo que o obrigou a sair antes do final do mandato, mas o mesmo foi absolutamente transparente e democrático e decorre somente da exigência da maioria dos Clubes, Atletas, Árbitros e Treinadores, para que a sua gestão terminasse de imediato, e a tempo de se tentar salvar uma Federação quase a fazer um século de história e que o Senhor levou à insolvência e à descredibilização.

4. Vem Rascão Marques dizer que fez uma grande revolução no Remo, mas a única que fez foi a revolução da criação permanente de conflitos com todos, a aceitação de clubes com remo virtual, só para gerir e perpetuar o seu poder, a perseguição dos diversos agentes, o proibicionismo da divulgação da modalidade, a criação de dividas monumentais a tudo e a todos, a fuga às eleições obrigatórias através de um ilegal “voto de confiança de braço no ar”, para prolongar o mandato um ciclo olimpico completo, etc, etc.

5. Vem Rascão Marques dizer que conseguiu fazer um Centro de Alto Rendimento em Montemor e outro no Pocinho, quando em ambos os casos são obras de iniciativa dos respectivos municípios (e com o apoio do Estado) a que Rascão Marques se limitou a colar-se, e que inexplicavelmente geraram dividas brutais que hoje estão a ser reivindicadas, não se sabe bem como nem porquê, à Federação de Remo.

6. Vem Rascão Marques dizer que fez um grande Campeonato da Europa em 2010, mas todos sabemos que o dito foi uma organização verdadeiramente perdulária, ruinosa, que custou várias vezes mais do que o Campeonato equivalente organizado no mesmo local pela Federação de Canoagem.

7. Vem Rascão Marques dizer que a situação de insolvência que a FPR vive, decorre precisamente da organização do dito Campeonato da Europa, mas todos sabemos que em todos os anos da gestão do Senhor, a Federação apresentou sistematicamente prejuízos superiores em média a 100.000 euros, sendo que o único ano que apresentou lucros foi precisamente o ano do Campeonato da Europa.

8. Vem Rascão Marques dizer que o Estado e o Município de Montemor devem muito dinheiro à FPR quando é o próprio Revisor Oficial de Contas da Federação a não reconhecer tal divida, que foi já por diversas vezes desmentida pelas entidades oficiais.

9. Vem Rascão Marques dizer que construiu o edifício regulamentar da modalidade do Remo em Portugal, sabendo-se que o mesmo pouco mais é que a blindagem do poder majestático da Federação sobre tudo e todos, e a base para perseguir a liberdade e o desenvolvimento do remo no nosso país.

10. Vem Rascão Marques falar de apetrechamento, sendo que o pouco que se conseguiu foi feito pelos clubes, e as aquisições feitas pela FPR se ficam a dever unicamente às verbas do Estado, porque nunca o Senhor conseguiu quaisquer apoios privados para a modalidade.

11. Vem Rascão Marques falar do aumento de praticantes, mas a FPR nada fez para tal e mesmo a perseguição da divulgação da mesma, passou somente pela tentativa de trazer para o remo, clubes de futebol, que não possuem qualquer prática da modalidade, e que mais não serviriam do que para distorcer o equilíbrio interno que ao longo de décadas se tem vivido no remo.

Importa agora esquecer o consulado desastroso que acaba de terminar, e avançar para uma nova fase da vida da modalidade que muito pode dar ao nosso país, tentando, tudo fazer para salvar o que restou do remo após a saída do Senhor Rascão Marques da presidência da FPR.

Porto, 29 de Agosto 2012

A Direcção da ARDPorto”

Share/Save

TÉNIS – Gonçalo Andrade na 2º ronda do Torneio Dublin U14

Gonçalo Andrade, do Sport Club do Porto, atingiu a segunda ronda do Torneio de Dublin U14, disputado na capital irlandesa e pontuável para o Tennis Europe Ranking.

O tenista do Sport e sexto cabeça de série ultrapassou na primeira ronda o irlandês Sean Collins por 4-6, 6-2 e 6-4, perdendo na segunda ronda com o irlandês Morgan Lohan, finalista vencido deste torneio de Dublin.

Na variante de pares, Gonçalo Andrade fez dupla com o irlandês Morgan Lohan. O par luso-irlandês atingiu a segunda ronda, onde perderam com a dupla inglesa formada por Mohamed Abdul-Aziz e Joseph Ellis.

Share/Save

Pages

  
Siga-nos

 

     Ver Todas as Notícias...